quinta-feira, 14 de novembro de 2013

[as manhãs...]


Podiam ser todas como as de hoje...

Ele: Amor, levanta-te. Já são horas. Vá...
Eu: Só mais dez minutos ainda é cedo!
Ele: Estamos atrasados. Levanta-te! Já são X horas.
 Eu apresso-me. Levanto-me. Visto-me. Fico pronta... Olho para o relógio.
Eu: Tu mentiste-me, faltam ainda 5 minutos para a hora que disseste!
Ele: Truques para tu te levantares, se não nunca mais saías da cama.

Saímos os dois à rua, era cedo e estava muito frioo... Fizemos uma longa caminhada os dois, a ver as folhas a cair das árvores com o vento.
Tomámos o pequeno almoço juntos na pastelaria e por fim lá nos despedimos e cada um foi à sua vidinha!


[E há manhãs boas...]




1 comentário:

aNaMartins disse...

assim sabe tão bem!:D